[cover] nakia – sex on fire

bastou ele começar a divulgar seu novo disco para que eu me lembrasse das suas incríveis apresentações no primeiro ‘the voice‘ gringo.
ele que chegou com pinta de romeo stodart (vocalista do magic numbers) e ousou cantando ‘forget you‘ do ícone (e jurado) cee lo green.
comecei a buscar outros sons na voz rouca do nakia e me deparei com ‘sex on fire‘ que fez eu me arrepiar.

mais calma que a versão original do kings of leon e com um toque de blues texano, eis o resultado:


pra deixar a coisa ainda mais interessante, o cara lançou HOJE um clipe com seu musicão novo: tight . não dá pra resistir a essa voz!

[achados] lu e robertinho

confesso que relutei antes de clicar no play do vídeo que o thiago, um velho conhecido, postou em seu facebook. um título que misturava o cover de duas músicas: ‘more than words‘ do extreme que gosto muito e ‘madri‘ de fernando e sorocaba que eu realmente não suporto. mas acabei me surpreendendo.

há um antigo ditado que diz que os opostos se atraem. e acredito que foi isso que aconteceu com esses caras. misturar músicas atuais (muitas delas consideradas ‘hipsters’) com sertanejo foi um tanto inusitado e bem ousado.

minha favorita foi a versão de ‘we are young‘ do fun, que você pode ver logo abaixo.

ainda não sei se gosto do resultado, mas que os caras são muito bons eu não posso negar… vai dizê!

[achados] noah

nossa! eu não tinha me dado conta de que fazia tanto tempo que eu não postava aqui. mas, para mim, o que importa é postar coisas com conteúdo e que, realmente, valham a pena. e, apesar de ter ouvido muita coisa ao longo desse tempo que não passo pro aqui, só agora senti vontade de voltar a compartilhar certas bacanisses musicais!

hoje estava vendo um vídeo qualquer no youtube quando me deparei com o vídeo desse gordinho simpático, chamado noah, que sugeria um cover da música “sexy and i know it” do lmfao. como eu já conhecia a ousadia e humor da canção original senti curiosidade em ouvir o rapaz de óculos geek. e eis a surpresa: um blues que pra ficar mais fantástico só se viesse acompanhado de uma boa gaita.

cascavilhando o canal do moleque, encontrei mais um cover que, quem curte mumford & sons não pode deixar de ouvir a versão que ele fez ‘white blank page‘.

pra encerrar, o rapaz cantando a nova e excelente canção do john mayer – shadow days!

nem parece que o cara tem só 18 anos, não?

quem curtiu e quer saber mais sobre ele, seguem os links:

no facebook: http://www.facebook.com/only1noah

no twitter: https://twitter.com/#!/only1noah

no youtube: http://www.youtube.com/user/only1noah?feature=watch

[cover] forever young – alphaville x jay-z feat. mr. hudson

“let’s dance in style, let’s dance for a while…”

forever young é um dos meus clássicos favoritos e vê-lo tocando constamente em um comercial de tv onde a intensidade com o qual ele é cantado mostra seu real significado me fez lembrar da versão que o jay-z fez com a parceria do mr. hudson dando um baita complemento na letra e um ar bem diferente do original e das demais versões cover da famosa canção do alphaville. bom, eu não sei você, mas quando eu começo a ouvir não consigo mais parar.

que tal?

[achados] orto pilot

ok. eu sei que não é legal posts seguidos que falem do mesmo assunto, mas eu preciso vos apresentar esse rapaz que conheci ontem enquanto eu “escavacava” o youtube.

prepare-se para ouvir bob marley, the cure, outkast, mumford & sons e eagle eye cherry como você nunca ouviu antes.

minha intenção na tarde tranquila do feriado de ontem era apenas ouvir “is this love” do bob marley. busquei no youtube e, de repente, me deparei com esse cover:

pensei cá com meus botões: “opa, preciso ouvir mais desse rapaz”.

eureka!

o lorinho levou meu coração com sua versão de “boys don’t cry” do the cure, uma das melhores versões que eu já ouvi. EVER!

não satisfeita, fui atrás de mais e encontrei o clássico “hey-ya” do outkast. acústica e totalmente excelente!!!

se faltava mais alguma coisa pra ele se tornar o centro das atenções no meu mp4 da semana. essa coisa foi encontrada quando eu ouvi o cover que ele fez de “little lion man” do mumford & sons.

como nem só de covers vive um artista, orto tem um baita trabalho com músicas próprias. vale a pena buscar mais sobre ele em seu site oficial e seu canal no youtube.

encerro o post deixando vocês ao com de “save tonight” do eagle eye cherry.

o que me dizem?

[cover] strawberry fields – beatles x ben harper

faz tempo que eu não falo da minha paixãozinha musical, o bom e velho cover!

então lá vai.

umas semanas atrás, eu viajei pra casa da minha mãe e (re)encontrei uns aquivos em mp3 que eu havia baixado no computador dela. entre eles, esse aqui:

de um lado, de liverpool para o mundo, os quatro rapazes mais famosos do rock: the beatles. do outro, um californiano, dono de uma das mais belas guitarras e suaves vozes do soul-folk-reggae-surfmusic: ben harper. entre eles, um dos mais belos clássicos musicais do mundo: strawberry fields!

e aí, que tal?

nota: pra quem não sabe, ben harper gravou essa canção para compor a trilha sonora do filme uma lição de amor (i am sam, 2001). a trilha é composta apenas por músicas dos beatles e seu elenco conta com sean penn, michelle pfeiffer e dakota fanning.

[cover] she’s like the wind – patrick swayze x lumidee feat. tony sunshine

há muitos anos eu ganhei de uma tia (muito querida, por sinal!) um cd chamado  ‘the best of lembranças‘. ok, ok, esse não é um dos melhores nomes de cd que já ganhei mas uma pessoa apaixonada por música antiga, assim como eu, não pode esperar presente mais original do que esse vindo de uma tia. 🙂

de qualquer forma, o cd me rendeu uma enorme descoberta. na primeira audição, eu me encantei com a canção ‘she’s like the wind‘, fui olhar no encarte e vi que ela era cantada por ninguém mais, ninguém menos que patrick swayze. veja bem, eu era uma pirralha e não conhecia a trilha sonora inteira do do filme dirty dance, logo não sabia que o swayze tinha gravado um dos maiores clássicos do filme. (além de um excelente ator, o mundo perdeu um excelente cantor, believe me!)

mais uma coisa que pouca gente sabe é que (alguns anos depois de ganhar o ‘the best of lembranças‘) eu tive uma fase super hip-hop e r&b na minha vida, os vestígios ainda estão aqui em casa (timbaland, 50 cent, usher, akoneminem, ne-yo, outcast, fat joe e seus amiguinhos pop, etc.) e foi pesquisando novas músicas de r&b que eu me deparei com essa canção. na primeira escutada eu pensei “nossa, eu conheço essa música de algum lugar”, na segunda vez… há, eureka!

de bobeira, hoje, eu coloquei um cd de mp3 pra rolar e me deparei ouvindo essa canção nas alturas!

bem, minha fase black music já se foi mas, particularmente, continuo gostando da versão r&b tanto quanto da versão original. escuta aí e me diz que tal.

ps: só eu acho esse tony sunshine a mistura do ator freddie prinze jr com o adriano (jogador de futebol)?