[livro] charlotte street

Imagem

um livro contemporâneo sobre rotina, londres, games, facebook, fotografia, amigos, jornalismo, desencontros e reencontros. um estória que poderia ser minha ou sua. longo e simples. clichê e encantador. charlotte street é um livro daqueles que faz a gente fechar sua última página com um suspiro de saudade depois de passar 399 páginas se sentindo parte dele. recomendo!

[som de hoje, som de ontem] john mayer x james taylor

continuando o papo sobre o som de hoje não ser tão bom quanto o de antes, vamos falar do john mayer e do james taylor.

é importante que fique claro: eu não estou dizendo que um é igual ao outro ou que um imite o outro, mas semelhanças existem e são elas que fazem com que eu continue afrimando: sim, ainda se faz música como antigamente!

entre o mr. az e o bruddah iz, do post anterior, as semelhanças se limitam ao estilo musical, nesse caso, elas chegam a parte física também.
os cantores dessa vez são magrinhos, cabelos caindo nos olhos, e com charme, talento e estilo para dar e vender.

conheci o trabalho do john mayer há cerca de 2 anos e curti de cara, a primeira música que ouvi na rádio e que me fez ir atrás de outros hits foi: doughters (meses depois descorbi que fez parte da trilha sonora de alguma novela), mas foram as músicas menos conhecidas e que me tornaram uma grande apreciadora do rapaz.

o james taylor, conheci no finalzinho do ano passado, estava ouvindo uma versão de ‘you’ve got a friend‘ e curti, fui atrás de outros sons e me apaixonei pelo trabalho do cara.

sem delongas… ouçam e percebam: a música boa não ficou lá trás!

musiquecine-se

salve, pessoal!

o musiquecine está de volta!

sim, o blog já existiu numa época bem remota (dois ou três anos atrás, no blogspot.com), onde eu postava algumas dicas sobre filme e música.

agora, de volta, quero públicar aqui, grandes músicas e grandes filmes que são pouco conhecidos e que vale muito a pena conferir.

espero que vocês gostem, comentem, sugirem e critiquem.

musiquecine-se!